Reserva de emergência voltada para o MEI

maio 18, 2022

Possuir uma gestão financeira é a primeira decisão para se ter sucesso em um negócio. Por isso, aprenda a criar uma reserva emergencial e isso lhe ajudará a lidar com a crise econômica e até manter-se em tempos difíceis.

Mesmo diante dos desafios, ter uma empresa e saber gerencia-la é gratificante. Mesmo com as obrigações para atender, detalhes para implementar e a tomada de decisões, bons empreendedores sempre têm motivação e prestam atenção a qualquer coisa que possa contribuir para o crescimento disso.

O que é reserva de emergência?

Trata-se de valores guardados para circunstâncias inesperadas que afetam seu saldo financeiro. Isto é um modelo de economia para momentos de emergência.

Esta reserva pode ser muito útil para o seu financeiro, pois é uma estratégia para superar a crise financeira e se necessário até mesmo uma pandemia mundial.

Desta forma, pode-se dizer que o dever de possuir reserva é trazer calmaria para a empresa em cenários problemáticos. Isso não deve ser utilizado para quitar custos diários, exceto em casos inesperados.

Qual a finalidade da reserva emergencial?

O microempreendedor deve se manter à tona em diferentes fases e situações. Sabe-se que a economia passa por altos e baixos, portanto, para não passar ter dificuldades ou mesmo a falência devido a tempos difíceis, é importante proteger-se financeiramente contra imprevistos.

Setores voltados para o comércio, às vezes podem resultar em quedas significativas e isso dificulta o crescimento da empresa. É nessa fase que vemos a importância da reserva de emergência, que vai atuar bloqueando parcialmente os efeitos negativos da economia, impactando no seu negócio.

Quanto maior o nível de provisões para riscos, mais seguro o empregador ficará diante as contas que precisam pagar e a grande possibilidade de eventos imprevistos.

Por isso, a reserva de emergência tem como objetivo fornecer proteção para que as empresas possam se proteger no futuro e manter sua saúde financeira. A Reserva de Emergência proporciona ao seu negócio os seguintes benefícios:

  • Proteção financeira, uma vez que o negócio tem capital para operar;
  • Melhor capacidade de enfrentar a crise sem dívidas e sem perder ativos;
  • Manter bom estoque para atender a demanda do mercado;
  • Assegurar o pagamento dos compromissos e obrigações da empresa;
  • Manter fluxo de caixa positivo para manter as operações diárias.

Como definir o valor?

Para determinar o valor exato, você precisa saber quanto custa administrar seu negócio por um mês. Portanto, você deve somar todas as despesas necessárias como aluguel, salário, suprimentos, transporte, entre outros.

O interessante é ter o valor proporcional a no mínimo 6 meses, ou seja, se os custos operacionais forem de R$ 3 mil, sua reserva de emergência deve ser de R$ 12 mil.

Como conseguir alcançar o valor?

Você precisa economizar um valor mensal para iniciar a sua reserva. Lembre-se que você mesmo definirá este valor.

Supondo que você tenha lucro de R$ 6 mil mensais, você pode pegar de 10 até 30% disso para investir em sua reserva, ou seja, de R$ 600.000 a R$ 1.800. Aos poucos, você começará a ver sua reserva aumentar sem muito esforço.

Qual momento devo usa-la?

Como o nome indica, as reservas de emergência devem ser usadas em casos de emergências, ou seja, em situações adversas. Mas, além disso, pode ser usado para:

  • Oportunidades para crescimento, como expansão de negócios;
  • Investir em marketing e atrair maior quantidade de clientes;
  • Realizar manutenção ou compra de equipamentos para aumentar a renda do estabelecimento

Durante a pandemia, muitas instalações tiveram que se reinventar. Por exemplo, podemos citar, o setor de alimentação, passou em grande parte para o delivery.

Neste caso, foi uma oportunidade para que os empresários encerrassem as suas instalações físicas, o que é um excelente exemplo de como as reservas de emergência podem ser utilizadas.

Além disso, para quem tem sonho de iniciar um negócio, é fundamental fazer o seu plano, se possível, ainda antes de dar início no seu negócio, para constituir uma reserva de emergência e ter segurança para administrar seu negócio.

Passos para iniciar uma reserva de emergência

Para resumir o que foi dito, separamos três passos para começar sua reserva de emergência:

  • Encontre o valor ideal para sua reserva;
  • Autodisciplina para separar o valor mensalmente;
  • Invista esse dinheiro em algum ativo líquido instantâneo.

Onde posso investir?

O dinheiro de emergência não deve ser deixado em casa, deve ser investido em ativos seguros.

É importante investir este dinheiro por duas razões: o valor de uma reserva de emergência é geralmente elevado e dessa forma não é seguro guardá-la em casa; esse dinheiro, se investido, gera mais dinheiro por causa dos juros.

As provisões não devem ser aplicadas em investimentos com maior risco como, ações e fundos imobiliários. É ideal investir em títulos de renda fixa ativos com liquidez instantânea que podem ser sacados a qualquer momento.

Conclusão

Uma reserva de emergência trará tranquilidade para o seu negócio. Por isso, é importante lembrar que existe um limite de erro seguro para o imprevisto, que pode vir a acontecer.

Então, comece já a construção de uma reserva e tenha a certeza de descobrir as vantagens de um negócio totalmente seguro.

O que achou desse artigo? Acesse Gerencia Mei, realize seu cadastro e conheça a melhor plataforma de gerenciamento para Microempreendedores Individuais!

VEJA TAMBÉM | Conheça as modalidades de empresa: MEI, ME e EPP


Gerenciamei - CNPJ 26.390.394/0001-25 © 2022 - Todos os direitos reservados